A Indigo é uma rede de desenvolvimento humano e aprendizado organizacional.

BENEFÍCIOS DO PLANEJAMENTO PESSOAL2

5 BENEFÍCIOS DO PLANEJAMENTO PESSOAL PARA SUA CARREIRA

Você é do tipo de pessoa que gosta de criar metas e de se planejar para alcançar seus objetivos ou prefere viver a vida de uma maneira mais livre e espontânea? Seja qual for a resposta, se você trabalha em equipe (ou vive em família) precisa se planejar em algum nível para que as coisas funcionem bem. No trabalho, é mais natural lidar com planejamentos, metas, cronogramas e indicadores. Mas é o planejamento pessoal que garante que estamos evoluindo continuamente.

Com a evolução das tecnologias digitais e o nosso hábito de estar conectado o tempo todo, as relações pessoais e profissionais acabam se misturando. Cabe a nós estabelecer os limites individuais para lidar com os excessos e, no nosso malabarismo diário, manter todos os pratinhos girando. O que ocorre muitas vezes é que somos atropelados pelos objetivos e prioridades da empresa e os sonhos e planos pessoais ficam guardados numa caixinha esquecida num canto. O planejamento pessoal ajuda (e muito) a nos mantermos produtivos e efetivos nas nossas funções profissionais. Tem dúvidas? Confira estes 5 benefícios e compartilhe nos comentários seus insights:

1. Você terá mais clareza dos rumos do seu desenvolvimento profissional

O responsável pelo seu crescimento profissional não é a empresa, a área de Recursos Humanos ou seu chefe. É você que deve projetar os próximos passos da sua carreira e até buscar uma recolocação profissional caso não perceba alinhamento entre seus planos de vida e as oportunidades disponíveis na empresa. O conceito de carreira vem se transformando com o tempo e hoje não é mais um símbolo de status o profissional colocar no currículo que trabalha há mais de 20 anos numa mesma empresa. O mercado está muito dinâmico e exige flexibilidade para “desaprender” e reaprender continuamente. A melhor forma de você ter clareza dos seus rumos profissionais, é criando você mesmo sua trajetória.

2. Sucesso profissional e realização pessoal estão diretamente relacionados

A Harvard Business School (HSM) realizou uma pesquisa com cerca de 4 mil executivos do mundo todo e com 82 executivos do curso de liderança da própria universidade sobre como conciliar a vida profissional com a vida pessoal. Do total, 59% dos homens e 46% das mulheres acreditam que sucesso pessoal significa “relacionamentos recompensadores”. O interessante é que 46% das mulheres e 24% dos homens definem sucesso profissional como “realização pessoal”. Houve empate no resultado dos homens. Outros 24% responderam que é “aprendizados e desenvolvimentos contínuos e desafios”. Você concorda com eles? O planejamento pessoal possibilita que você estabeleça seu próprio conceito de sucesso e ainda defina metas de aprendizado e crescimento. O que é sucesso pra você?

3. O planejamento pessoal auxilia na automotivação

O psicólogo Victor H. Vroom, que desenvolveu a Teoria das Expectativas, define motivação como sendo um processo que ocorre em virtude de objetivos e escolhas do indivíduo e das suas expectativas em atingir esses mesmos objetivos. Segundo ele, o alcance ou não dos resultados esperados gera compensação ou frustração. Agora, cá entre nós. Muitas vezes nos sentimos frustrados e nem sabemos o motivo, não é mesmo? Queremos muitas coisas no campo das ideias, mas não temos a mínima noção de como viabilizaremos tudo isso na prática. Ter um plano de vida, metas pessoais, incluindo, obviamente, o trabalho nesse planejamento é essencial para nos mantermos motivados e com um forte senso de autorrealização (que, aliás, é um das habilidades da inteligência emocional).

4. O plano nos ajuda a manter o foco

Para evitar a sensação de frustração quando acaba o dia, a semana, o ano… e não percebemos que alcançamos os resultados que nos trariam satisfação pessoal, é essencial ter um plano. Como a Camila Pires diz neste vídeo da Indigo TV, não é para ser algo rígido e que não permite ajustes de rota. Quando nos perdemos no caminho, o plano nos ajuda a retomar nossa jornada de desenvolvimento e evitar a estagnação na carreira.

5. Estabelecer metas e rotinas nos torna mais produtivos e eficientes

Quantas vezes você comeu um sanduíche (ou uma pizza gordurosa) no escritório para terminar um projeto até altas horas da noite? Fazer hora extra nem sempre indica comprometimento com a empresa. Alguns profissionais vão ficando até mais tarde porque não têm um projeto pessoal, um hobby, uma companhia que justifique sair no horário. Em outros casos, é pura falta de foco durante o horário do expediente (nem vou falar de home office). Vai me dizer que você não se irrita com reuniões improdutivas, interrupções dos colegas, retrabalho…

Há, ainda, claro, algumas culturas organizacionais que sutilmente (ou nem tanto) deixam desconfortável e culpado qualquer um que desliga o computador por volta das 18h. Ter um momento para trabalhar e um momento para relaxar nos torna mais produtivos. O cérebro precisa mudar de contexto para encontrar soluções para os desafios ao longo do dia. O estresse acaba afetando o funcionamento do neocortex, área responsável pela ponderação, pelas análises mais lógicas e pelo planejamento. Ter momentos de distração e descanso tornam nossa rotina mais produtiva e eficiente.

Camila Pires, Fundadora da Rede Indigo, é apaixonada por aprender, por empreender e por desenvolver pessoas, equipes e organizações. Ela tem uma formação multidisciplinar que passa por comunicação, gestão do conhecimento, gestão empresarial, coaching, neurociências pedagógicas e inovação. Para saber mais sobre sua formação e experiência profissional, acesse seu perfil no LinkedIn no ícone abaixo.